18 de nov de 2006

Harpa Submersa




Inocentes
as palavras
voam soltas
mas caem
lâmina fria
ferindo mais
que a morte

Vastas
livres
crescem cegas
cobrindo o sol
da manhã

Violentas como
bichos
dementes
fecham as janelas
da alma
abstrato olhar
que agora é triste...

Nenhum comentário: