20 de mai de 2011

Chuva fina























Quero
entregar-me
a chuva fina
e voar
leve
livre
sem destino algum

No corpo
asas de purpurina
transparentes
Loucas fantasias
dos meus sonhos
antes do amanhecer...

Nane

Nenhum comentário: