14 de mar de 2007

A Máquina Lírica



As letras
dormiam
na noite
inclinada,
e eram silveiras
bravas.

Por elas
escorregava
o sono
inclinado:
mercúrio,
salsa leve...

A Máquina Lírica
Poesia Toda
Herberto Helder

Nenhum comentário: