19 de mai de 2007

Caos do sentidos


As mãos
as tuas mãos
contornam sinuosas
as minhas ancas
na harmonia tempestuosa
de uma melodia hesitante
insinuante
A voz
a minha voz
sussurrando
implorando
a sensação
no caos dos sentidos
e ao longe
não sei onde
não sei
mas sinto o cheiro
devasso da tua ausência

Desejo
o teu desejo...

5 comentários:

Daniel Aladiah disse...

O teu desejo é comum a tantos que procuram e não encontram...
Um beijo
Daniel

o alquimista disse...

Tens infinita sensualidade...o querer dos deuses...


Doce beijo

Cakau disse...

Saudades. Tuas.

Beijos ****

Baby disse...

Quem nunca sentiu o cheiro devasso de uma ausência?
Gosto muito do que escreves e da beleza do teu espaço.
Bjs.

un dress disse...

in ebrian te