26 de jan de 2008


Era assim:

queres?
queres algo?
queres desejar?
desejas querer?
desejas-me?
desejas querer-me?
queres desejar-me?
queres querer-me?
queres que te deseje?
desejas que te queira?
queres que te queira?
quanto me queres?
quanto me desejas?

ah quanto te quero
quando te quero
quando me queres...

Ana Hatherly
"Um calculador de improbabilidades"

20 de jan de 2008


Ainda te falta
dizer isto: que nem tudo
o que veio
chegou por acaso. Que há
flores que de ti
dependem, que foste
tu que deixaste
algumas lâmpadas
acesas. Que há
na brancura
do papel alguns
sinais de tinta
indecifráveis. E
que esse
é apenas
um dos capítulos do livro
em que tudo
se lê e nada
está escrito.

Albano Martins
Escrito a Vermelho

17 de jan de 2008


"Inclina para mim os teus lábios
e que ao sair da minha boca
a minha alma volte a entrar dentro de ti.
"Denis Diderot

12 de jan de 2008

Como um livro



Folheei o teu corpo como um livro
à procura da tua alma.......................................
Albano Martins