27 de nov de 2009















Atira-me búzios,
como lembranças de sua voz,
e estrelas eriçadas,
como convite ao meu destino.

Cecília meireles

23 de nov de 2009
























Entrelacei gestos
percorri carícias
desfiei sentidos
teci prazeres
Atei as mãos no desejo do teu corpo

10 de nov de 2009

Madrigal




















Recorda meu amor
a serra da estrela
a neve
o mar
as praias
os vinhedos
campos dourados
labirintos
onde nos amávamos?
lembra do doce cheiro do limoeiro
na nossa cama
ao amanhecer?
o teu corpo quente
deleite para meus lábios
madrigal de delícias
para começar o dia
sempre como se fosse o primeiro?

Espera
agora eu lembro meu amor
isto foi um sonho

Acordei...

4 de nov de 2009














Minhas mãos
dedilhando tua pele
deslizando languidamente
no teu peito

Teus lábios
perdidos nos meus montes
mergulhando no abismo
do meu corpo e voamos

Voamos
como folhas ao vento
como gaivotas hipnotizadas
guiadas pela brisa fresca
e pelo aroma do amor e do mar

1 de nov de 2009

Gaivotas do Vento




















Com os pés descalços
na areia da praia
entro inteira no mar
em busca das tuas palavras
que agora são incógnitas
enigmas à deriva
sem cais de porto
onde ancorar
a parte de mim
que levaste

Sem ti
sou apenas brisa do mar
algas dançando um balé
aflito
sulcando as espumas
devorando em mim
o desejo que em ti arpoava
gaivotas do vento
do tempo
que eras meu