3 de mar de 2010




















O círculo
rodeia o espaço
a forma dos membros
de onde sai a língua
e por onde entra
sem reclamar do silêncio
onde cai a vida.

Porque se mão
apaga mão, um
rosto sobe
como um fio de vulcão
lava
acende o sentido:
o plano é este.

Aplacar o deus
escondido no corpo.


Sérgio

Nenhum comentário: