4 de abr de 2010























Às vezes sentava-me na rede,
balançando-me com o livro no colo,
sem tocá-lo, em êxtase puríssimo.

Não era mais uma menina com um livro:
era uma mulher com seu amante.


Clarice Lispector

Um comentário:

yole disse...

Bela imagem e amante interessante.

http://www.eyefetch.com/profile.aspx?user=yoleyole