16 de abr de 2010

Inevitável querer



















"Pois havia o perigo de,
por assim dizer,
morrer de amor."

Clarice Lispector


"Sinto-me toda igual às árvores:
solítária, (im)perfeita e (im)pura"

C. Meireles

Um comentário:

Tatiane Trajano disse...

E se for pra morrer, que seja de amor.