15 de mai de 2006

(Des)Caminhos...


Nos meus lábios
Recolho silenciosamente
Cada palavra esquecida por ti
Faço um poema
Na música da tua voz
Deito, ardente de desejo;
Meus beijos
Na tua pele
E te espero mesmo sabendo
Que um dia
Haverá uma partida sem regresso...

Nenhum comentário: