6 de set de 2012

ROSA DO MUNDO




























Rosa. Rosa do mundo. 
Queimada.
Suja de tanta palavra.

Primeiro orvalho sobre o rosto.
que foi pétala
a pétala lenço de soluços.

Obscena rosa. Repartida
Amada.
Boca ferida, sopro de ninguém.

Quase nada. 

EUGÉNIO DE ANDRADE, in CHUVA SOBRE O ROSTO, 
(Modo de Ler/Ed. Afrontamento, 2009)

Nenhum comentário: