29 de mar de 2007

Porto



Chove
e todos as
ondas
agitam-se
dentro de mim

Há um porto vazio
a te esperar
ao amanhecer
de cada dia

Espero
ver
o sol brilhar
no teu olhar

Um comentário:

Daniel Aladiah disse...

Belos poemas!
De porto em porto procuras um Porto de abrigo... que te espera... e o farol nunca se apaga.
Um beijo
Daniel